segunda-feira, 6 de julho de 2009

Por que usar MacOs X?

O título acima pode parecer propaganda grátis do Mac/Apple, mas acredite, estou escrevendo porque tenho respondido muito essa pergunta ultimamente.

Isso mesmo, desde que comprei meu mac muitas pessoas já torceram o nariz, e muitas outras me perguntam porque resolvi encarar essa.


A resposta, para ser entendida, merece uma boa explicação, então, de tanto explicar a mesma coisa, resolvi escrever aqui.

Bom, eu costumo dizer que a ascenção natural de um "ser informático normal" é Windows, Linux (Ubuntu geralmente), Linux com Windows emulado e por fim MacOs X. Só em dizer isso muitos já arregalam os olhos ou torcem o nariz, mas a explicação é mais que lógica e normal.


Imagine que praticamente todos os seres que hoje usam computador iniciaram sua vida digital em cima do Windows, salvo claro exceções de pessoas que já tinham uma outra forma de contato direto com outras plataformas, mas geralmente se começa nele. Após o uso exaustivo, e depois de conhecer todos os caminhos e manhas desse SO, eis que o usuário começa a notar que o Windows é bom, isso mesmo, ele é bom até o momento em percebemos que não existe Windows sem Spyware, Vírus, Malwares, ou qualquer outra praga digital, é comum hard users do Windows tirarem um tempinho pra desfragmentar o disco, fazer limpeza do registro, passar um anti-spyware, anti-vírus e por aí vai, não tem como, eu que fui usuário durante um bom tempo sou a prova viva disso.


Depois dessa fase o usuário quer se libertar, e procurando soluções descobre o Linux e tenta recomeçar a vida digital pois é um novo mundo, tudo é diferente, muitos conceitos novos, muitas dúvidas surgem, e nessa hora posso dizer que o Ubuntu tornou muito viável a curva de aprendizado do Linux, obviamente o basicão de que se precisa para usá-lo dia-a-dia.


A fase Linux é muito legal, você descobre que pode viver sem pragas digitais e que os recursos dos seu computador são realmente grandes, 2GB de RAM apenas pra o Ubuntu é um mar quase infindável de espaço disponível, mas nem tudo é um mar de rosas, após descobrir esse novo mundo e de certa forma dominá-lo, o usuário começa a sentir falta de alguns softwares que ele já tinha se acostumado e que até usava profissionalmente, Adobe PhotoShop, Dreamweaver, Flash, Word, Excel, etc, etc... É claro que alguns vão dizer, "ahh, mas existem similares no Linux", e é verdade, pra tudo que temos em outras plataformas o Linux tem um similar, e isso não é ruim, é ótimo, até porque na maioria das vezes é free. O grande detalhe é que apesar das similaridades, você precisa aprender tudo novamente e na maioria das vezes ficar "fora do fluxo", isso mesmo, pois quem trabalha com imagens profissionalmente, quase que não pode sonhar em enviar uma arte feita no GIMP para a gráfica, tem que ser em PhotoShop senão a gráfica não aceita, e assim você começa a perder as esperanças, acha que vai ter q voltar para o martírio do Windows, mas no fim do túnel surge uma luz.


Exatamente! Agora podemos virtualizar computadores dentro de outros computadores. Com tantos recursos de memória RAM e disco disponíveis, a coisa mais simples é virtualizar uma máquina rodando o Windows dentro do Linux usando por exemplo o VirtualBox (um ótimo virtualizador, grátis por sinal), e isso mais uma vez abre um novo mundo, você volta a usar os programas que precisa e fica livre de pragas digitais, pois todo acesso a rede pode ser feito pelo Linux, deixando o Windows apenas para o trabalho real.


Muitas pessoas convivem com isso anos e mais anos, e porque não dizer por toda vida, eu mesmo passei um tempo assim e RECOMENDO SIM para todos que precisam se livrar das pragas, mas precisam ou são obrigados a usar o Windows.

Por fim, chega o MacOS X, e muitos perguntam, "Mas você já tem tudo que precisa no modo anterior Linux + Windows Virtualizado", e a resposta é SIM, COM CERTEZA, mas falta algo, como unir o melhor dos dois mundo de forma real e natural, isso mesmo! Como usar o ambiente "higienizado" mas que rode tudo nativo, sem precisar de firulas ou arrodeios? Simples, use um Mac!


Minha visão do MacOS X é essa, o melhor dos dois mundos, e por quê não dizer dos 3 mundos! :)

Com um Mac você vai poder ter um ambiente .NIX. Isso quer dizer que vai poder usar todo prompt/shell do linux, usar programas compilados com o MAKE e por aí vai. Nele você vai poder também utilizar toda a família Adobe (PhotoShop, Flash, Dreamweaver) e também o famoso pacote Office de forma nativa.



É claro que não existem todos os programas nativos para ele, mas, existem bem mais que no Linux e isso ajuda bastante. E, se por acaso você precisar do Windows ou Linux, basta virtualizar no VirtualBox mais uma vez.


É claro, que ao entrar nessa mais um novo mundo se abre, e posso dizer, você se surpreende muito com o que já existe em um mac, e muitas vezes fica a pensar o porquê de os outros SO não implementarem tais facilidades.

Bom, é óbvio que essa é minha opinião, e cada um tem suas necessidades, tentei apenas mostrar minha visão e como tudo aconteceu no meu caso.

É isso!

[]'s

10 comentários:

paulo.coutinho disse...

só esqueceu de comentar né amigão que o Mac tem um formato próprio de som e vídeo que para você passar para outro usuário que não tem mac, precisa de N plugins e players, fora que tudo tem preço ou é fechado da apple, a maioria das coisas só rodam em windows ou linux - nativamente - e em ultimo caso alguém pensa em portar para mac. Fora outras imundisses que o mac tem, mais monopolizador do que a m$.

Thiago Varjão disse...

Cara... show de artigo. Concordo em gênero, numero e grau. E o que me deixou mais feliz foi saber que estou a um passo do paraíso... só me falta passar pro MacOs... Vejamos quando vai ser isso!!!
Abraços,
Parabéns!

paulo.coutinho disse...

opa, como eu podeira esquecer, o WINE!!! Ele roda aplicações do windows nativamente também, como office, msn e tudo mais, fora os games for windows e bla bla bla. Só pesquisar, o wine roda quase tudo já! Até os produtos da adobe ele roda, dreamweaver, photoshop, fireworks!! Para que mac? Mac == limitação!

.::JACK::. disse...

ôpa! Bom saber que uns concordam, outros nem tanto, mas o bom é isso, cada um escolhe o que lhe convém! ;)

Felipe disse...

Post inspirado nas conversas dos ultimos dias de Aula ? =P

.::JACK::. disse...

hahaha! Não só lá...

Maycon disse...

Parabéns FERA! Sempre que posso estou a olhar as novidades que vc vem postando aqui. Estou muito feliz por ver que vc como "eu" não desiste nunca. Pois é, por isso que somos brasileiros... hehehe
Sucesso sempre...

Iago Gustavo disse...

Parabéns Jack, Já tirou umas dúvidas minha que tinha na mente.
O ruim de adquiri um MAC e o alto custo aqui vendido no Brasil...
Ta me conquistando aos poucos, Design inovador , ágil , muito bom, o que me deixa bastante desmotivado e saber que ainda existem softwares profissionais que não criaram uma versão p/ que se adapte ao MAC. Sendo assim necessário realizar a instalação de um VirtualBox na maquina desktop para que possa rodar o programa desejado. O MAC e muito bom, porém praticamente esta dando prioridade a quem tem um poder de aquisição maior para adquirir este produto. Parabéns Jack bom de mais o artigo, agora acompanho os seus trabalhos ...

Jackson Pires disse...

Vlw, Iago!
Realmente aqui no Brasil o custo é alto, mas, pode-se tentar importar que sairá mais barato. O que acho legal dos produtos Apple é que não perdem o valor facilmente e na hora da revenda vc terá uma boa grana para completar e comprar o novo equipamento. Sobre os software ainda existem alguns que não foram portados, mas, hoje em dia a grande maioria já existe pra mac. Vlw! Um abraço!

Jackson Pires disse...

Vlw, Fera! Obrigado! Um abraço!